Como evitar que seu site espante clientes

Como evitar que seu site espante clientes

A internet é uma invenção maravilhosa do mundo moderno. Ao mesmo tempo, ela traz para os internautas uma série de armadilhas e coisas ruins. Mas os usuários aprendem rápido e logo deixam de cair nessas ciladas. E por causa disso, é preciso que o seu site não passe a impressão de ser fruto de algum trabalho mal-intencionado. Afinal, mesmo que você não esteja oferecendo nenhum risco, internautas calejados podem acabar escolhendo evitar o seu site.

A solução é bem simples! Basta evitar práticas que foram adotadas pelos bandidos da internet, mesmo que elas, por si só, não sejam exatamente danosas ao navegante. Acontece que elas estão tão intrinsecamente relacionadas aos sites fraudulentos que, quando identificadas, fazem com que o internauta abandone o site na hora. São oito os principais pontos que se deve prestar atenção:

1 – Nome do domínio – geralmente, sites que tentam te roubar utilizam nomes chamativos no domínio, muitas vezes usando as palavras “grátis”, “desconto” ou algo assim. Por isso, deixe o seu nome bem simples, com o nome da sua marca ou remetendo ao serviço que pretende prestar. Erros de gramática também não são bem vistos!

2 – Pop-ups estranhos – pop-ups, normalmente, já causam um leve incômodo durante a navegação. Se eles forem excessivos, com imagens estranhas, pedindo muitas informações e, para piorar, difícil de encontrar o botão para fechar, com certeza causaram espanto. Use-os com moderação e bom senso!

3 – Informações de contato – é fundamental que o internauta sinta que pode se comunicar com o site, se isso for de seu interesse. Por isso, é importante que as informações de contato estejam lá e sejam fáceis de achar. Seja um telefone, e-mail, redes sociais ou chat de atendimento, é preciso uma abertura para a comunicação.

4 – Atenção ao português – o site precisa exalar profissionalismo para garantir a confiança do consumidor. E se tem algo que vai contra o profissionalismo são erros gramaticais no conteúdo textual do site. Revise bem (ou chame um revisor) e esteja certo de que não está escrevendo nada errado!

5 – Qualidade das imagens – se o conteúdo textual é importante, o pictórico também é! Imagens em baixa resolução ou montagens mal feitas são garantia de espantar clientes. Se há quem não perceba pequenos erros de gramática, todos percebem uma resolução estourada, gerando imagens granuladas. Preste atenção!

6 – Mal gosto no design – a visão de “bom gosto” é constantemente evoluída na internet. No entanto, algumas coisas já caíram no consenso de mal gosto: excesso de efeitos, animações na logotipo, efeitos de “glitter”, de chamas e afins. Caso não se garanta para fazer uma boa identidade visual, contrate um bom designer!

7 – “Faço tudo” – você é um profissional polivalente? Consertar torneiras, faz músicas, ensina receitas e é fotógrafo? Excelente! Mas não precisa dizer isso tudo em um só site. As pessoas não vão acreditar, vai ter cara de armação. Faça um site para cada serviço que possa prestar. Mas, seja sincero, você realmente pode fazer tudo isso?

8 – Depoimentos – não que a falta de depoimentos seja algo contra o seu site. Mas, caso eles existam, é algo muito a favor. Aqui na VC Sites, já ensinamos como e porque coletar depoimentos, pense bem nisso!

Agora, confira se seu site apresenta algum dos problemas indicados na lista. Caso sim, mude isso o quanto antes! Caso não, fique atento para não vir a praticar algumas dessas ações negativas no futuro.

SOBRE O AUTOR

Deixe uma resposta

×
Olá, Posso Ajudar?